Logo Hospital Dom Orione
Javascript DHTML Drop Down Menu Powered by dhtml-menu-builder.com
NOTÍCIAS
Depressão pós-parto é tema de palestra no Hospital Dom Orione


   

Por Rodrigo Martins


O Hospital Dom Orione reuniu os acompanhantes de pacientes na manhã desta quarta-feira, 23, para orientar sobre os cuidados com a depressão pós-parto. A atividade faz parte da programação da Semana do Bebê e contou com a presença da médica do Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF), do município de Araguaína, Fernanda Lemos.


Segundo a médica, a depressão pós-parto é uma doença que acomete de 10 a 15% das puérperas. “Ela acontece até o primeiro ano de vida do bebê, onde a mãe tem sintomas depressivos persistentes, como tristeza, desânimo, alteração no sono, no apetite, com duração maior de três semanas”, esclareceu.

Fernanda explicou ainda que esses sintomas podem ser comuns nos primeiros 10 dias após o parto, porém, não seja necessariamente um caso de depressão. “É comum devido às alterações hormonais, ao stress pós-parto e às mudanças que acontecem na vida da mulher depois do nascimento da criança”, explicou. Se persistirem os sintomas, é preciso ir ao médico para fazer o diagnóstico e se for o caso, o tratamento.

O diagnóstico e o tratamento são importantes porque a depressão pós-parto acarreta prejuízos para a criança. “Pode afetar o desenvolvimento cognitivo, emocional e social, tanto nos primeiros meses até na vida escolar”, alertou a médica.

No Hospital Dom Orione, o serviço de Psicologia realiza o acompanhamento durante o período de internação, e também para aquelas mães que estão com bebês internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. O setor faz a avaliação psicológica e dependendo do caso, o acompanhamento e orientações à paciente e à família.




 

Arquivo Mais Lidos




Tecnologia a serviço da vida!