Logo Hospital Dom Orione
Javascript DHTML Drop Down Menu Powered by dhtml-menu-builder.com
NOTÍCIAS
Teste da Orelhinha permite o diagnóstico precoce de problemas auditivos


                                           

Por Rodrigo Martins


Conforme último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de nove milhões de pessoas no Brasil tem alguma deficiência auditiva. O diagnóstico tardio pode acarretar prejuízos no desenvolvimento da fala, da linguagem e da aprendizagem. No Hospital Dom Orione, a equipe de Fonoaudiologia realiza a Triagem Auditiva Neonatal nos bebês nascidos na unidade, antes da alta hospitalar, a fim de detectar possíveis problemas na audição.

A fonoaudióloga, Elmy Théssia Almeida, explica que o exame, também conhecido como teste da orelhinha, possibilita identificar a deficiência auditiva nos neonatos e implementar medidas de detecção, diagnóstico e reabilitação precocemente. “É fundamental fazer esse diagnóstico precoce para que, em caso de deficiência na audição, a criança possa ser estimulada a tempo de desenvolver uma linguagem próxima de uma criança ouvinte”, ressaltou.

O teste da orelhinha é o método mais moderno para constatar problemas auditivos nos recém-nascidos. “Ele consiste na produção de um estímulo sonoro e na captação de seu retorno através de uma delicada sonda introduzida na orelha do bebê”, explicou a fonoaudióloga. O estímulo também é feito com um instrumento musical agogô, para observar o reflexo cócleo-palpebral do bebê com o barulho.

O teste da orelhinha é rápido, indolor e não tem contraindicação. O exame está disponível no Hospital Dom Orione para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e também nos modos particular e convênios. Quando detectado algum problema, o bebê é encaminhado para o Sistema Estadual de Regulação.



 

Arquivo Mais Lidos




Tecnologia a serviço da vida!